• Guilherme Pin

C&A é considerada a marca de roupa mais sustentável do Brasil


Foto: Mercado e Consumo

A segunda edição do índice de Transparência da Moda Brasil classificou a C&A como a marca de moda que melhor informa suas práticas sustentáveis no país. De acordo com o estudo, a maior rede de varejo é a que fornece as informações mais completas nos segmentos de metas sociais e ambientais. Além de rastreabilidade dos processos, que vai desde o plantio, até a escolha dos fornecedores de tecidos.


A vitória da empresa veio depois da mesma atingir 64% dos pontos avaliados. Dentre os desafios mais significativos que foram avaliados pela pesquisa, estava a violência de gênero no trabalho, disparidades salariais, baixos salários e remunerações, práticas de compra, descarte inadequado, adesão a iniciativas de reciclagem de produtos têxteis e incentivo à circularidade dos produtos.


"O resultado alcançado é fruto do nosso trabalho realizado nos últimos anos para inserir a sustentabilidade em nossa forma de fazer negócio, por meio da oferta de produtos mais sustentáveis, monitoramento da nossa rede de fornecedores", explica Márcia Costa, vice presidente de gente & Gestão da empresa.


De acordo com ela, a marca pretende continuar trabalhando o tema nos próximos anos. O objetivo é entregar uma moda com impacto positivo para o mercado, e também criar um futuro que seja o padrão.


A C&A superou marcas como Malwee, Renner, Osklen, Havaianas e outras 25 empresas avaliadas.


A moda e o seu Índice de Transparência


Para chegar ao resultado, a pesquisa considerou empresas de diferentes segmentos. Com a intenção de ampliar o debate sobre transparência na cadeia de valor e estímulo da cultura de prestação de conta, a seleção das empresas teve três fatores como referência:


  • Volume de negócios anual

  • Diversidade de segmentos de mercado

  • Posicionamento como top of mind (lembrança de marca)


A metodologia se concentrou em analisar informações públicas. E dentro de cinco categorias:


  1. Políticas e Compromissos

  2. Governança

  3. Rastreabilidade

  4. Conhecer, Comunicar e Resolver

  5. Tópicos em Destaque


Por sua vez, o maior peso foi dado à Rastreabilidade, responsável por avaliar se a marca publica uma lista de fornecedores, da matéria-prima à confecção. Dentre as 30 grandes marcas e varejistas, 13 tiveram uma pontuação de 0%. E a pontuação média geral se manteve nos 16%.


É possível que muitas dessas empresas não tão bem avaliadas tenham boas práticas e iniciativas. No entanto, não compartilharam publicamente nenhuma informação.


FONTE

0 visualização
0